Gigantes de Aço

Saborosa Sessão da Tarde

Muitos tem visto em Gigantes de Aço (EUA, 2011) uma espécie de versão robotizada da história de Rocky Balboa. Tudo bem, muitos dos elementos daquela narrativa se fazem presentes na aventura dirigida por Shawn Levy, como por exemplo: o homem de meia idade fracassado, a redenção pessoal/profissional por meio do esporte e, sobretudo, as artimanhas relativas ao boxe; porém, o viés da aproximação entre pai e filho assemelha o filme estrelado por Hugh Jackman, de forma ainda mais considerável, a outro sucesso de Sylvester Stallone, qual seja Falcão – O Campeão dos Campeões (EUA, 1987)¹. Neste sentido, saem de cena as disputas de queda de braço e entram em foco os duelos entre máquinas. Logo, é fácil perceber que a intenção em Gigantes não é inovar, mas sim trabalhar com elementos consagrados pelo cinema pipoca da década de 80, missão essa que é cumprida de forma satisfatória – contrariando, assim, as baixas expectativas geradas por seu trailer – uma vez que o longa-metragem se revela como uma saborosa sessão da tarde, melhor aproveitada, é claro, por quem foi testemunha da produção oitentista mencionada alhures. Desta feita, para que a diversão seja completa, é preciso se deixar levar pelo alto astral da história e dos personagens; exigir mais que o mero entretenimento fará do programa uma perda de tempo.
___________________________
1.     Tal análise limita o parâmetro comparativo aos filmes de Sylvester Stallone, daí ter sido desconsiderado o também clássico O Campeão (EUA, 1979).

COTAÇÃO - ۞۞۞

Ficha Técnica
Título Original: Real Steel
Direção: Shawn Levy
Elenco: Ron Causey (Kingpin's Henchman)Steven Scott (Lieutenant - Kingpin) Hugh Jackman (Charlie Kenton) Karl Yune (Tak Mashido) Evangeline Lilly, John Dezsi (Drunkard) Michael Patrick Carmody (Axelrod Handler) Marco Ruggeri (Cliff) James Rebhorn Dakota Goyo (Max)Kevin Durand (Ricky)
Música: Danny Elfman
Fotografia: Mauro Fiore
Direção de Arte: Seth Reed, Jason Baldwin Stewart e Jeff Wisniewski
Figurino: Marlene Stewart
Edição: Dean Zimmerman
Estreia no Brasil: 21 de Outubro de 2011
Estreia Mundial: 6 de Outubro de 2011
Duração: 107 min.

Comentários

POSTS RECENTES MAIS LIDOS