Homem-Formiga



Sinal Amarelo

Homem-Formiga (EUA, 2015) requenta em seu roteiro um punhado de idéias já utilizadas inúmeras outras vezes em produções de diversos gêneros, senão vejamos:
- o herói é um ser de comportamento errático recém saído da prisão, clichê esse visto recentemente em Guardiões da Galáxia (EUA, 2014);
- o casal que inicialmente se rejeita e depois se apaixona é uma ideia deveras utilizada desde os tempos de ... E O Vento Levou (EUA, 1939);

- a figura do mentor/cientista bonzinho determinado a não deixar que sua descoberta/invenção seja utilizada contra a humanidade fora explorada em O Espetacular Homem-Aranha (EUA, 2012), ao passo que o magnata/cientista ensandecido pelo invento/descoberta que decide utilizar como arma de destruição também possui ecos aracnídeos principalmente se levado em conta o primeiro título da franquia dirigido por Sam Raimi.
Desta feita, Homem-Formiga só se torna interessante quando envereda pelo universo dos Vingadores – o que denota a irrelevância do personagem – bem como quando para de se levar a sério e interrompe o chatíssimo drama familiar interpretado por Michael Douglas e Evangeline Lilly para trilhar o caminho da comédia, abrindo espaço para Michael Peña roubar a cena com seu sotaque hilário.
A falta de frescor de Homem-Formiga demonstra o cansaço de um filão super explorado e que periga cair na rejeição do público tal como ocorrera nos anos 90 com os filmes “exército de um homem só” estrelados por nomes como Sylvester Stallone, Bruce Willis e Arnold Schwarzenegger. Neste sentido, o jornalista Alexandre Matias lembra que:
 Isso já aconteceu em outros momentos com outros gêneros dominantes, quando Michael Bay enterrou a boa fase de ficção científica e ação iniciada em Matrix com seus Transformers ou quando Spielberg encerrou a fase Stallone-Schwarzenegger dos filmes de ação ao bater O Último Grande Herói com seu Parque dos Dinossauros, no início dos anos 90”¹.
É chegada a hora de um respiro, mensagem de alerta essa que Homem-Formiga pode servir para pelo menos ajudar a deflagrar.
___________________________
1. FONTE: http://matias.blogosfera.uol.com.br/2015/07/14/por-que-batman-vs-superman-pode-enterrar-os-filmes-de-super-heroi/. Acesso em 19.07.15.

Ficha Técnica

Título Original: Ant-Man
Direção: Edgar Wright
Roteiro: Adam McKay, Edgar Wright, Joe Cornish, Paul Rudd . Baseado nos quadrinhos de Stan Lee e Larry Lieber
Elenco: Michael Douglas, Bobby Cannavale, Corey Stoll, Evangeline Lilly, Hayley Atwell, John Slattery, Jordi Mollà, Judy Greer, Michael Peña, Paul Rudd, T.I., Wood Harris
Produção: Kevin Feige
Fotografia: Russell Carpenter
Montagem: Colby Parker Jr., Dan Lebental
Trilha Sonora: Christophe Beck
Estreia: 16/07/2015 (Brasil)
Duração: 117 min.

Comentários

LEIA TAMBÉM