O Garoto da Bicicleta/Tão Forte, Tão Perto

                               Ausência Paterna

              A ausência paterna é o assunto que dá o tom tanto em O Garoto da Bicicleta (Bélgica, 2011) quanto em Tão Forte, Tão Perto (EUA, 2011). No primeiro caso, a negligência explica porque o protagonista deixa de gozar da companhia do genitor, não obstante as tentativas daquele nesse sentido; já no segundo exemplo, a tragédia da queda das torres gêmeas justifica a súbita perda do pai experimentada pelo personagem principal.
             Se as razões para o sofrimento são diferentes, as toadas assumidas por cada filme assim também são, visto que enquanto a produção belga opta por uma narrativa realista e fechada, portanto, a firulas e sentimentalismos, o título norte-americano envereda justamente por esse caminho ao abordar de forma piegas o drama daqueles que padecem ante as consequências dos atentados terroristas de onze de setembro.
             Tal disparidade de abordagens, vale dizer, deixa para Stephen Daldry um saldo obviamente negativo, afinal, resta inevitável pensar que caso investisse num viés semelhante ao manejado pelos irmãos Dardenne – que tal qual em A Criança (Bélgica, 2005) investigam com frieza as nuances de uma família disfuncional – o cineasta, por certo não desperdiçaria a oportunidade que teve em mãos de abordar com mais profundidade e, logo, dignidade uma ferida americana ainda tão aberta.
              Por fim, se alguma semelhança além do tema pode ser encontrada entre as obras, isto se deve ao trabalho de suas atrizes, pois de um lado Cécile de France exerce no título belga o contraponto perfeito a irritante – mas realista – performance do garoto Thomas Doret, ao passo que em Tão Forte, Tão Perto Sandra Bullock, pasmem, acerta ao entregar uma interpretação contida que, por isso, se mostra muito superior a sua oscarizada e superestimada participação em Um Sonho Possível (EUA, 2009).

COTAÇÕES:
O Garoto da Bicicleta - ۞۞۞        
Tão Forte, Tão Perto - ۞۞


Ficha Técnica – O Garoto da Bicicleta
Título Original: Le Gamin au Vélo 
Direção e Roteiro: Jean-Pierre Dardenne, Luc Dardenne
Produção: Andrea Occhipinti, Denis Freyd, Jean-Pierre Dardenne, Luc Dardenne
Elenco: Jasser Jaafari (Nabil)Charles Monnoyer (Brian)Thomas Doret (Cyril Catoul)Jérémie Renier (Guy Catoul) Laurent Caron (Gilles) Jean-Michel Balthazar (Le voisin Val Polet)Romain Clavareau (Logan)Selma Alaoui (Nadine)Egon Di Mateo (Wes)Fabrizio Rongione (Le libraire)Cécile De France (Samantha)Youssef Tiberkanine (Mourad)
Estreia no Brasil: 18.11.2011                Estreia Mundial: 18.05.2011
Duração: 87 min.

Ficha Técnica – Tão, Forte, Tão Perto
Título Original: Extremely Loud and Incredibly Close
Direção:Stephen Daldry            Produção:Scott Rudin
Roteiro:Eric Roth, Jonathan Safran Foer
Elenco:Thomas Horn  (Oskar Schell) Max von Sydow (Thomas Schell Sr.)Jeffrey Wright Viola Davis Tom Hanks (Thomas Schell Jr.)Sandra Bullock (Oskar's Mother)John Goodman James Gandolfini (Ron)Adrian Martinez (Ball Black)Reagan Leonard (Ashen Lady) Chloe Elaine Scharf (Business Woman's Daughter)Griffin Newman (Arden Black)
Estreia no Brasil: 24.02.2012            Estreia Mundial: 30.12.2011
Duração: 129 min.

Comentários

POSTS RECENTES MAIS LIDOS