O Amor é um Crime Perfeito



O Noir Vive

O Amor é um Crime Perfeito (Suíça/França, 2013) se comporta como uma espécie de noir ambientado na neve (!!) com generosas doses de influência do cinema de Claude Chabrol. Neste sentido, o filme transita por tais referências sem, felizmente, se estagnar nelas, compondo assim sua própria identidade por meio não de um jogo de gato e rato e de solução de mistério, mas sim de estudo do comportamento das figuras retratadas e de suas ambiguidades perante as graduais revelações do enredo.
Neste passo, as aparências são cuidadosamente trabalhadas para confundir, contexto esse em que o sexo contribui para tornar sedutores e enigmáticos tais seres na medida em que ora estão entregues aos instintos mais primitivos da sexualidade ora estão em posição de domínio provocando e manipulando por meio da libido.
                      O alcance dessa dubiedade, vale dizer, se deve a presteza do elenco, com destaque para Sara Forestier, exalando sensualidade, e Mathieu Amalric cujo brilhantismo novamente salta aos olhos através das inúmeras nuances por ele garantidas a seu personagem, um Don Juan ao modo Dr. Jekyll¹. Junte-se a isso locações certeiras dentre as quais merecem registro: as paradisíacas paisagens em meio a neve responsáveis por denotar o estado de espírito solitário dos personagens, bem como a instituição de ensino onde trabalha o protagonista, recinto esse de arrojada arquitetura cujas diversas e grandiosas rampas podem, ser exagero, servir de metáfora aos altos e baixos experimentados pelo sedutor professor vivido por Amalric.
Revela o filme, desta feita, uma equilibrada junção de elementos narrativos mergulhados em subjetividade e informações intrínsecas. Em mãos erradas tal enredo poderia facilmente resultar num mero e banal romance policial, o que em não tendo ocorrido faz deste um trabalho adulto, portanto.  
___________________________
1.  Com efeito, Amalric pertence aquela rara estirpe de intérpretes que economizam nos recursos utilizados porque com pouco já conseguem muito, vide sua atuação em O Escafandro e a Borboleta.

Ficha Técnica

Título Original: L'Amour Est Un Crime Parfait

Direção e Roteiro Adaptado: Jean-Marie Larrieu, Arnaud Larrieu
Produção: Sidonie Dumas
Elenco: Sara Forestier, Mathieu Amalric, Maiwenn, Denis Podalydès, Karin Viard,  Marion Duval
Duração: 104 min.

Comentários

LEIA TAMBÉM