Melhores de 2015



2015 não foi fácil. Tal como no ano anterior, muitos foram os títulos que frustraram as  expectativas neles depositadas, daí ter sido necessário extrair leite de pedra para cumprir a tarefa de eleger o que de melhor fora exibido nas telas de Belém ao longo desses meses. Roguemos por melhores ventos em 2016!
1.   Relatos Selvagens
 
Insano é um adjetivo que bem se adequa a Relatos Selvagens, afinal, numa espiral de situações realisticamente absurdas o filme vai a cada conto surpreendendo o espectador ao expor, em meio a doses cavalares de humor negro, o lado animalesco que cada um esconde e que não raro se vê tentado a deixar aflorar por meio da vingança e da violência.

2.   Birdman Ou (A Inesperada Virtude Da Ignorância)
Birdman é, sem dúvida, um assombroso caso de eficiência cinematográfica quanto a forma e ao conteúdo. Num texto exemplar emoldurado por uma linguagem audiovisual digna de aplausos, o filme discute meandros da produção artística como a banalidade e a frivolidade na qual ela com o passar do tempo insiste em resvalar. Leia a crítica em:

3.   Acima das Nuvens
Acima das Nuvens, assim como Birdman,  também discorre sobre os meandros da produção artística, concentrando suas forças, ao contrário desse, no processo de preparação de atrizes perante os papeis que irão vivificar, contexto esse que ainda permite espaço para o estudo do conflito entre novo e velho, contemporâneo e passado.

4.   O Sal da Terra
Win Wenders entrega um documentário que se afasta da frieza característica do gênero, logrando um êxito indiscutível: deixar a plateia aturdida com as imagens captadas pelo fotógrafo Sebastião Salgado tal como por ele almejado. Leia a crítica em:

5.   Que Horas Ela Volta?
Anna Muylaert desenvolve com leveza um enredo aparentemente simples, mas que na verdade detém inconteste complexidade dos arcos dramáticos seja em razão da concepção psicológica de seus personagens seja em decorrência das discussões sociais levantadas. 

6.   Samba
Eric Toledano e Olivier Nakache, tal como visto em Intocáveis, novamente se valem de uma estrutura fílmica hollywoodiana para tratar, com bom humor, o espinhoso assunto da imigração ilegal que tanto incomoda os países desenvolvidos.

7.   Mad Max: Estrada da Fúria
Estrada da Fúria aglutina o que de melhor seus antecessores mostraram, numa trama que não almeja ser mirabolante. Mirabolante, na verdade, é a forma como a história é contada. 

8.   Sicario – Terra de Ninguém
Em Sicario a construção imagética é dotada de tamanho realismo que difícil é não relevar os poucos deslizes do filme e usufruir do impressionante trabalho de Denis Villeneuve que, além de verdadeiro arquiteto da linguagem audiovisual, também é um exímio diretor de elenco, arrancando de seus atores interpretações não menos que ótimas. Leia a crítica em:  

9.   Club Sandwich
Club Sandwich é um exemplo vitorioso de obra que gira exclusivamente ao redor do ponto de virada de seu roteiro, qual seja o instante no qual um filho se desprende da relação de exclusividade mantida com a mãe em prol do convívio com a primeira namorada, num despertar sexual que o aproxima da vida adulta e o afasta em definitivo da infância.

10.  Love
Em meio a seus pontos positivos e negativos, Love reacende a discussão sobre o rompimento da fronteira entre o cinema pornográfico e aquele tido como tradicional, daí que inegável sua relevância enquanto exemplar de um cinema não conformista que abraça a polêmica com destemor no intuito de fazer com que a atividade cinematográfica permaneça funcionando como instrumento de provocação e não apenas de entretenimento.

11. Star Wars – O Despertar da Força
13.  Divertida Mente / O Pequeno Príncipe
14. Uma Nova Amiga
15. Homem Irracional

Melhor Direção: Alejandro González Iñárritu (Birdman)

Melhor Ator: Michael Keaton (Birdman)


Melhor Ator Coadjuvante: Tahar Rahim (Samba)


Melhor Atriz: Regina Casé e Camila Márdila (Que Horas Ela Volta?)

Melhor Atriz Coadjuvante: Erica Rivas (Relatos Selvagens)
Melhores Efeitos Especiais: Mad Max: Estrada da Fúria

Melhor Fotografia: Birdman

Melhor Roteiro Adaptado: Samba

Melhor Roteiro Original: Birdman

Melhor Montagem: Love

Melhor Direção de Arte: Mad Max: Estrada da Fúria

Melhor Figurino: A Colina Escarlate

Melhor Trilha Sonora: Birdman

Comentários

POSTS RECENTES MAIS LIDOS