Melhores de 2011


Para qualquer cinéfilo final de ano é sinônimo de lista do que melhor fora visto nos cinemas ao longo dos meses. Pensando nisso, o espaço, pelo segundo ano consecutivo, publica o seu rol dos principais filmes exibidos em 2011 nos circuitos comercial/alternativo da cidade de Belém. Vamos aos títulos:

01. Cisne Negro
Natalie Portman, Mila Kunis e Vincent Cassel se juntam a Darren Aronofsky para compor a mais importante obra do diretor desde Réquiem Para um Sonho. Arrebatador!

02. A Fita Branca
Apesar do atraso na chegada aos cinemas de Belém, A Fita Branca garante a vice liderança graças ao trabalho de Michael Haneke que aqui investiga as origens e razões do mal numa obra instigante e provocativa.

03. Cópia Fiel
Arte e realidade se misturam em discussão a respeito do valor da cópia seja do ponto de vista intelectual, seja sob a ótica das relações humanas. O espectador, dentro deste contexto, é agraciado com o brilhante roteiro de Abbas Kiarostami e a excelente performance de Juliette Binoche.

04. Um Lugar Qualquer
Sofia Coppola lança mão, mais uma vez, de uma toada minimalista para o tratamento de um drama que, desta vez, tem muito a ver com sua própria história. Sutilmente belo.

05. 127 Horas
A emocionante história do alpinista Aron Ralston ganha uma competente versão cinematográfica graças a inteligente direção de Danny Boyle e ao sensível trabalho de James Franco. Eis o tipo de filme que em outras mãos poderia ter um resultado desastroso.

06. Namorados Para Sempre
Um retrato maduro e cru sobre um relacionamento a dois. Altos e baixos, momentos de ternura e de puro egoísmo são encenados com sinceridade neste pequeno grande filme de Derek Cianfrance.

07. A Pele que Habito

Eis que Almodóvar mais uma vez surpreende ao realizar uma obra de gênero que, nas entrelinhas, revela um retorno do diretor para seu antigo modo de fazer filmes. Bizarro, sensual e imperdível.

08. A Árvore da Vida

Eficiente em sua pretensão, Terrence Mallick leva ao limite a interação homem-natureza ao relacionar a história do núcleo central de personagens com o próprio surgimento e extinção da vida.

09. O Palhaço
Selton Mello prova que seu talento enquanto diretor não ficara limitado a Feliz Natal, realizando aqui um trabalho primoroso em sua técnica e delicioso em seu conteúdo.

10. Melancolia
O fim do mundo arquitetado por Lars Von Trier serve de moldura para os dramas de personagens interpretados por um grande elenco no qual se incluem Kirsten Dunst, Charlotte Gainsbourg, Kiefer Sutherland, Charlotte Rampling, Udo Kier, Stellan Skargård e John Hurt.

Comentários

POSTS RECENTES MAIS LIDOS